Amazônia de Pulmão do Mundo, a vilã, vacina para idosos com atraso e solenidade pra começar e ainda (Oxigênio) Secretario engenheiro não avisou ninguém


  • Compartilhar com:
  • Whatsapp
  • Email

De herói a Vilão

A Amazônia em pouco tempo passou de heroína a vilã. Considerada o Pulmão do Mundo e que deveria ser preservada a todo o custa, agora sofremos acusações inócuos e vazias de que estamos contaminando o mundo com a nova Cepa do Coronavírus, ao ponto de um louco pedir, para jogar uma bomba em Manaus. O interessante é que nesse momento de medo e pavor que nosso povo passa, não aparece nenhum defensor do verde, para ajudar, fora claro, aqueles artistas que se manifestaram (Gustavo Lima, Tirulipa e Winderson Nunes), os fervorosos defensores da Amazônia sumiram. O Luciano Hulk coitado estava de mãos atadas ai foi para o Caribe com a família. Nem o Papa com toda aquela riqueza do Vaticano nada fez. Eu nem vou citar o nome daquela adolescente metida a ativista, para não dá ibope, pois minha coluna, tem mais ibope que ela. Vamos respeitar

E tome solenidade

Já com atraso no início da vacinação, a Prefeitura de Manaus, começou a vacinar idosos contra a Covid-19 na capital, grupo com 80 ou mais anos de idade. Inicialmente Seria, a partir de 75, mas como aqui em Manaus está tudo organizado, a faixa etária mudou e para iniciar a campanha, foi necessário esperar o prefeito chegar na UNIP, um dos locais marcados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que definiu o atendimento, para uma solenidade linda. Ninguém quer solenidade, mas sim transparência no programa.

Secretario incompetente

O grande secretário de Saúde do Amazonas, o engenheiro Marcellus Campêlo, que chega a ser parente da deputada Alessandra Campêllo, não informou ao governo federal a iminente falta de oxigênio no Amazonas, disse o presidente da República Jair Bolsonaro, em entrevista ao portal ‘O Antagonista’.
A situação levou centenas de pacientes morrerem sufocados em Manaus e no interior do estado. Nos hospitais os médicos tiveram que escolher quem recebia e ficava vivo. “Nós demos dinheiro, recursos e meios. Não fomos oficiados por ninguém do estado na questão do oxigênio”, disse o presidente, Wilson Lima, que se reuniu com Pazuello em 6 de janeiro e disse ter comunicado na ocasião a falta de oxigênio e a alta ocupação de leitos. Na verdade o Governador também não foi informado pelo competente secretario de falta do oxigênio.

Toque de recolher prorrogado

O governador Wilson Lima anunciou a prorrogação do decreto, que restringe a circulação de pessoas nas ruas de todo o Amazonas, durante 24 horas. Alguns setores da economia serão liberados, para voltar às atividades e outros terão o horário de funcionamento modificado a partir da próxima segunda-feira (1º/2).
As feiras, por exemplo, terão o horário de funcionamento ampliado, e poderão ficar em abertas das 4h às 15h.

Seguindo a cartilha do Governador Doria de São Paulo Wilson Lima, suspendeu o ponto facultativo da segunda-feira gorda de carnaval, que será comemorado no próximo dia 15 de fevereiro. A segundo ele a medida busca evitar viagens e reuniões familiares com potencial para espalhar o coronavírus. Agora se está todo mundo em casa sem poder circular, o que isso vai modificar a vida do Amazonense.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ARAPUCA – Websérie amazonense com estreia para este mês

ARAPUCA – Websérie amazonense com estreia para ...


Linhas de ônibus da zona Norte passam por mudanças nesta semana

Linhas de ônibus da zona Norte passam por mudanç...


Prefeitura oferta 375 vagas de emprego nesta terça-feira, 3/8

Prefeitura oferta 375 vagas de emprego nesta terç...


Homem de 100 anos será julgado por crimes nazistas

Homem de 100 anos será julgado por crimes nazista...