Polícia apreende cerca de 20 celulares de pessoas que estavam na casa de Flordelis


  • Compartilhar com:
  • Whatsapp
  • Email

A Polícia Civil do Rio apreendeu cerca de 20 celulares de pessoas que estavam na casa da deputada federal Flordelis no dia da morte do pastor Anderson do Carmo, marido da parlamentar.

 

Nesta terça os investigadores descobriram que o telefone celular do pastor Anderson foi utilizado horas depois de sua morte. Pelo menos, duas mensagens foram repassadas do aparelho a grupos de amigos.

 

As mensagens foram repassadas às 9h e às 10h07 de domingo (16).

Anderson foi assassinado na madrugada de domingo (16) após chegar em casa, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O enteado Flávio dos Santos e o filho adotivo Lucas dos Santos são suspeitos do crime e estão presos na Divisão de Homicídios de Niterói.

 

Além de Lucas e Flávio, a delegada responsável pelo caso já ouviu mais de 20 pessoas que estavam na casa no dia do crime. Segundo a delegada, Bárbara Lomba, todas as pessoas que estavam no local no dia do assassinato do pastor são consideradas suspeitas.

Em uma entrevista coletiva, na tarde desta terça-feira (25), a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) fez um apelo para que devolvessem o aparelho.

 

Ainda segundo Flordelis, muitas pessoas passaram pela casa dela e ela sentiu falta de objetos do marido. Entre eles, uma pulseira de ouro.

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Seduc-AM abre vagas para cursos de formação em Educação Especial

Seduc-AM abre vagas para cursos de formação em E...




Brumadinho: Vale e MPT firmam acordo por acidente de trabalho

Brumadinho: Vale e MPT firmam acordo por acidente ...




Presidente Bolsonaro anuncia fim da taxa para radioamadores

Presidente Bolsonaro anuncia fim da taxa para radi...


Receita paga hoje restituições do 2º lote do Imposto de Renda

Receita paga hoje restituições do 2º lote do Im...



Manaus, a Paris dos trópicos, festeja a “Revolução Francesa”

Manaus, a Paris dos trópicos, festeja a “Revolu...