Publicidade


Grécia aprova histórica legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo


  • Compartilhar com:
  • Whatsapp
  • Email

O Parlamento grego alcançou um marco histórico ao aprovar, nesta quinta-feira, um projeto de lei que legaliza o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Esta conquista é um avanço notável para a comunidade LGBT em um país profundamente enraizado na tradição cristã ortodoxa.

A decisão foi recebida com aplausos no Parlamento e celebrações nas ruas de Atenas, garantindo aos casais do mesmo sexo não apenas o direito ao casamento, mas também o direito à adoção de crianças, após anos de luta por igualdade de direitos.

Com 176 votos a favor em um parlamento de 300 assentos, o projeto de lei está prestes a se tornar lei, marcando uma mudança significativa em um país onde o conservadorismo social tem sido dominante.

Apesar das objeções de membros do partido de centro-direita Nova Democracia, liderado pelo primeiro-ministro Kyriakos Mitsotakis, o projeto recebeu apoio suficiente da oposição de esquerda, demonstrando uma rara união entre os partidos em um tema polarizador.

No entanto, a aprovação não veio sem controvérsias. A sociedade grega permanece dividida, com a poderosa Igreja Ortodoxa se opondo fortemente ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, e ativistas LGBT argumentando que a lei ainda deixa questões importantes não resolvidas.

Apesar das divergências, esta vitória é fruto de décadas de ativismo da comunidade LGBT, que enfrentou resistência tanto da igreja quanto de políticos conservadores. Com esta medida, a Grécia se une a outros países que reconhecem e protegem os direitos LGBT, avançando em direção a uma sociedade mais inclusiva e igualitária.