Handebol: seleção feminina encerra 1ª fase do Mundial com goleada


  • Compartilhar com:
  • Whatsapp
  • Email

Garantidas na sequência do torneio, brasileiras atropelam Paraguai

Classificada por antecipação à segunda etapa do Campeonato Mundial de handebol feminino, disputado na Espanha, a seleção brasileira encerrou a participação na primeira fase nesta segunda-feira (6), atropelando o Paraguai por 33 a 19 no pavilhão Cidade de Castellón. A equipe verde e amarela, que já havia derrotado Croácia e Japão, terminou o Grupo G na ponta, com 100% de aproveitamento. É o melhor início de competição desde 2013, quando o país conquistou o título.

O Brasil está no Grupo 4 da próxima fase, novamente com Croácia e Japão (contra quem não voltam a jogar) e terá pela frente Argentina, Áustria e Espanha, que vieram do Grupo H. As brasileiras levam consigo os quatro pontos somados nas vitórias sobre croatas e japonesas. Apenas dois times da chave avançam às quartas de final.

O primeiro compromisso pela segunda fase será nesta quarta-feira (8), no palácio de esportes da cidade de Torrevieja, em horário a ser anunciado. O adversário será o terceiro do Grupo H, que ainda depende do jogo entre Espanha e Áustria para definição das posições finais. As equipes europeias se enfrentam ainda nesta segunda, às 16h30 (horário de Brasília).

A vantagem brasileira foi construída com facilidade no primeiro tempo, mesmo com o técnico Cristiano Rocha rodando bastante as jogadoras. O aproveitamento nos 30 minutos iniciais superou os 60% nos chutes, com destaque a Jéssica Quintino, autora de cinco gols na etapa. O Brasil foi para o intervalo vencendo por 20 a 7 e só não balançou mais as redes porque a goleira Fatima Ocampos salvou o Paraguai.

A seleção verde e amarela voltou para o segundo tempo desconcentrada, parando em grandes defesas de Ocampos - eleita a melhor jogadora da partida - e cometendo falhas de passe e de marcação que as paraguaias aproveitaram, fazendo mais gols que o Brasil nos primeiros 15 minutos. A queda de produção irritou Cristiano, que pediu tempo e cobrou atenção.

A chamada teve efeito e as brasileiras se reorganizaram, ainda que tenham encerrado a segunda etapa sofrendo mais gols (12) e marcando menos (13) que no primeiro tempo. Jéssica balançou as redes mais uma vez e chegou a seis na partida, sendo a artilheira do confronto. Destaque também para Mariane Fernandes e Giulia Guariero, ambas com cinco gols.

Fonte: AgenciaBrasil

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mãe do presidente Jair Bolsonaro morre aos 94 anos

Mãe do presidente Jair Bolsonaro morre aos 94 ano...


Empresa britânica planeja criar estúdio de cinema no espaço em 2024

Empresa britânica planeja criar estúdio de cinem...


Riscos da Ômicron são 50% a 60% inferiores aos da variante Delta

Riscos da Ômicron são 50% a 60% inferiores aos d...