Presidente do TCE-AM se reúne com representantes da Prefeitura e da Fundação Doimo para tratar sobre a reestruturação da 1ª sede da Corte de Contas


  • Compartilhar com:
  • Whatsapp
  • Email

O presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Mario de Mello, se reuniu com membros da Prefeitura de Manaus e integrantes da Fundação Doimo, na manhã desta quinta-feira (2), para tratar sobre a reestruturação do complexo Booth Line, região onde está localizada a primeira sede da Corte de Contas.

A expectativa é que no dia 14 de setembro o projeto seja oficialmente apresentado junto com as datas de obras e inauguração.

“Indiscutivelmente é um presente para o Tribunal e para o estado do Amazonas, estamos muito felizes com essa iniciativa. Um projeto de anos e que vemos de forma muito positiva ele encaminhar para ser concretizado”, disse o conselheiro-presidente do TCE-AM, Mario de Mello, ao destacar a importância que a reestruturação do complexo terá para o Amazonas, ampliando o turismo e a valorização histórica na região central da capital amazonense.

O projeto foi apresentado por membros da Fundação Doimo, entidade de desenvolvimento econômico e social que está conduzindo a reestruturação do complexo Booth Line. O objetivo da fundação é expandir o turismo na região com enfoque na valorização da cultura e economia regional. 

Dentro da reestruturação do complexo, a primeira sede do TCE-AM funcionará como um laboratório histórico, apresentando o passado da Corte de Contas, estudando as atuais funcionalidades do TCE-AM e dando artifícios para a sociedade futura entender o papel do Tribunal no estado.

“Vamos buscar o que há de mais moderno nessa configuração de museu, para que o museu do Tribunal de Contas do Amazonas seja um dos mais tecnológicos do Brasil ou até do mundo, para que retrate toda a história da Corte de Contas”, afirmou o membro da Fundação Doimo, Elias Tergilene, um dos idealizadores do projeto.  

Ainda de acordo com o presidente do Tribunal, Mario de Mello, o TCE-AM irá iniciar os trâmites para finalização e assinatura do acordo de cooperação entre a Corte de Contas, a Prefeitura de Manaus e a  Fundação Doimo. 
 
Além do presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello, e de técnicos da Corte de Contas, participaram da reunião os empresários Elias Tergilene, Bernard Martins e Romero Reis; o diretor-presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Carlos Valente; diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira; o subsecretário Municipal de Juventude, Esporte e Lazer, Platiny Soares, e o chefe do Departamento de Pesquisa e Memória do TCE-AM, Josetito Lindoso.

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Alec Baldwin dispara arma cenográfica e mata cineasta

Alec Baldwin dispara arma cenográfica e mata ci...


Australianas têm 'muita motivação' para enfrentar Brasil, diz técnico

Australianas têm 'muita motivação' para enfrent...


Sine Manaus disponibiliza 118 vagas de emprego nesta sexta-feira, 22/10

Sine Manaus disponibiliza 118 vagas de emprego nes...


Biden diz que EUA têm compromisso de defender Taiwan

Biden diz que EUA têm compromisso de defender Tai...