A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Eduardo Paixão, titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon) orienta a população a ficar atenta a golpes de consórcios que têm ocorrido em Manaus. A autoridade policial elenca quatro tipos de golpes denunciados com frequência na especializada e fornece dicas de como proceder para evitar ser vítima dessas práticas criminosas. Conforme o delegado, os golpes que têm sido recorrentes na cidade são:

1 – Golpe de carta de crédito contemplada

“Esse golpe consiste em oferecer cartas de crédito já contempladas, por meio de anúncio no jornal ou aplicativos de vendas, onde a vítima passa a acreditar que se pagar uma comissão vai entrar em um consórcio já sorteado. A pessoa enganada faz o pagamento da taxa de transferência e, posteriormente, descobre que foi enganada, pois entra em um novo consórcio não sorteado”, explicou Paixão.

O titular da Decon destaca que a venda de um consórcio contemplado pode ser realizada apenas por uma pessoa que obteve a carta de crédito e deseja sair. Todo o procedimento deve ser tratado diretamente com a empresa do consórcio, conforme o delegado.  

2 – Consórcio inexistente ou não autorizado

“Outro golpe é a venda de consórcios que não estão autorizados a funcionar ou que não existem. Alguns golpistas criam empresas de fachada para vender supostas cotas e, depois, somem com o dinheiro dos investidores. Para não cair no golpe do consórcio inexistente ou não autorizado, analise se a empresa realmente existe, verificando o número de telefone, endereço e Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ)”, aconselhou Paixão.  

3 – Golpe da venda de imóvel ou automóvel em sites de compra e venda  

De acordo com Paixão, estelionatários costumam simular a venda de casas e automóveis em sites de compra e venda, com preços extremamente abaixo da média, que induz o consumidor a fechar um negócio com garantia de contrato. Posteriormente, a vítima não percebe que pagou para entrar em um consórcio. “É importante ler sempre, acumular provas da negociação e não acreditar em oferta milagrosa”, pontuou. 

 

4 – Contemplou e quitou

“Ser contemplado no consórcio não significa que você está isento do pagamento das parcelas. Por isso, anúncios de consórcio que dizem que, após ser contemplado, a dívida é quitada, são apenas uma cilada para atrair o consumidor para um grupo. Para não cair nesse tipo de golpe, só adquira cotas de administradoras autorizadas e com menos reclamações no site Reclame Aqui”, disse o titular da Decon.

A autoridade policial reitera o compromisso com o consumidor.  “Necessitamos que as vítimas de golpes de consórcios nos procurem e formalizem as ocorrências no prédio da Decon, situado nas dependências do 24° Distrito Integrado de Polícia (DIP), na avenida Lourenço da Silva Braga com a rua Lima Bacuri, bairro Centro, zona sul da capital. Os canais de denúncia da unidade policial são: (92) 99962-2731 e 3214-2264”, concluiu Eduardo Paixão.   


Coluna Ari Mota

Facebook

Parceiros